O Quaresma

CRISTINA, 26 Junho, 2018

Marcou. Encantou. E falou. Falou para s revista CRISTINA na altura em que estava de saída do futebol clube do porto. Falou da família, das origens, dos filhos e do futebol. Relembramos aqui algumas das frases mais marcantes mas também as fotos. Que fazem suspirar qualquer um. Vá, qualquer uma. Abençoada trivela. 😉

Quando eu tinha quatro anos, os meus pais separaram-se. A minha mãe arranjou três trabalhos para conseguir sustentar os filhos sozinha…

 

Como a minha mãe tinha os tais três empregos ficávamos os dois (irmão Alfredo) sozinhos em casa. Sendo mais velho, era ele o responsável. Eu via-o como um pai. Vivíamos no Casal Ventoso, em Lisboa, e como toda a gente sabe, era um bairro difícil. Ali, tudo podia acontecer. O meu irmão andava sempre em cima de mim e agradeço-lhe muito por isso.

Nunca fiz vida cigana. Mas o sangue está cá. Sou uma pessoa orgulhosa. Nunca me deixo ir a baixo e nunca me chega aquilo que consigo. Quero sempre mais. Tudo isto são coisas que herdei do meu pai. E acho que é tudo isto que me dá forças para trabalhar muito.

Por muito que as pessoas falem de mim e que digam que sou rebelde e outras coisas mais, tenho a certeza de que escolhi o caminho certo. Fui sempre uma pessoa com cabeça.

 

Não sou poupado. Tudo o que tenho é para ver a minha família bem.

Fotografia | João Portugal
  • Comentários

    Artigos relacionados