Um dia depois

CRISTINA Mag, 12 Janeiro, 2018

Foi ontem o dia do obrigado, mas estou sempre a tempo. Porque é diário o meu agradecimento a todos os que continuam a seguir o meu trabalho. O retorno do público é essencial, e as muitas mensagens que recebo fazem-me querer continuar aquilo que entendo como missão. Quando lancei a minha revista, senti que esta seria uma forma diferente de comunicar, que poderia tratar e divulgar temas que nem sempre a televisão permite. Tenho uma equipa que me acompanha nessa vontade de fazer diferente. Quando lançámos esta última, com o Tiago na capa, o Pedro, o nosso designer, no dia seguinte perguntava-me: “mas os comentários são mesmo assim ou estás a apagar os maus?” . Ele sabe que não apago comentários, mas a brincadeira era mesmo porque estava estupefacto. E fico tão feliz pela forma como tem sido recebida a revista CRISTINA. Estamos quase a fazer três anos. Este era um mundo completamente novo, para quase todos, e crescemos. Sentimos mesmo que estamos cada vez melhores. E o que mais me agradou foi a quantidade de pessoas que dizem ter comprado pela primeira vez e se terem surpreendido com a qualidade da revista. Fico mesmo feliz. Porque trabalhamos muito, porque nem sempre é perfeito, porque nem tudo nos corre bem, mas fazemo-lo cheios de entusiasmo e amor. A todos aqueles que, mês após mês, se deslocam ao quiosque, aos assinantes, aos que lêem a do vizinho, aos que leram pela primeira vez, o meu obrigado. Só assim faz sentido.

 

 

  • Comentários

    Artigos relacionados