Quase natal

fashion, 23 Dezembro, 2015

cris_natal-13

O melhor da festa é esperar por ela. A frase pode não ser atribuída ao natal mas hoje fez-me sentido. No caminho até à TVI reparei nos prédios iluminados. A luz que nos invade o olhar traz-nos paz, pelo menos a mim. Desde miúda que sempre quis iluminar tudo o que fosse possível na casa da minha mãe. Houve uma altura em que a nespereira à nossa porta também ela ganhava luz e cor. Ainda ontem, antes de me deitar, fiquei alguns minutos a olhar para a árvore da minha casa. Estava tudo escuro menos ela. Brancas, a piscar, a transportar energia, assim são as luzinhas que escolhi. Agora é a minha casa que recebe a família. Felizmente que para nós o natal se repete ao longo do ano. Tenho sempre a casa cheia. Em momento algum me sinto sozinha, mesmo quando estou só. Amanhã só é diferente porque tudo é igual. Os meus, a mesa, a comida, as conversas. Hoje, uma colega de trabalho dizia não gostar desta época, perguntei-lhe porquê. “Porque é uma época tola”. E tem tanta razão. Mas é por isso mesmo que a adoro. Porque tolo é o amor que envolve num abraço todos os que se gostam ao longo do ano. Que bom que é amar os meus.

The best part of the party is the waiting part. This phrase should not be related to Christmas, but today it made sense to me. On my way to TVI studios, I noticed the brighten buildings. The light that invades our eyes brings us peace, at least for me. Since I was a little girl I always wanted to illuminate everything in my mom’s house. Yesterday, before going to bed, I looked at my Christmas tree for a few minutes. Everything was dark, except the tree. The lights that I chose are white, flashing and carry energy. Now it’s in my house where the family celebrates Christmas. Fortunately for us, Christmas repeats itself throughout the year so, I always have a full house. I never feel lonely, even when I’m alone. Tomorrow is only a different day, but everything will be the same. My people, the table, the food and the conversations. Today, a colleague of mine told me she’s not a lover of this season and I asked her why. “Because it’s a silly season” she said. She is so right, but that’s one of the reasons why I love it. Love is silly and it’s what involves in a hug everyone that loves each other, throughout the year. How good is to love my people.

cris_natal-19

cris_natal-24

cris_natal-21

cris_natal-22

cris_natal-20

cris_natal-23

cris_natal-12

cris_natal-10

cris_natal-3

cris_natal-8

cris_natal-5

cris_natal-18

cris_natal-15

cris_natal-16

Look
Casaco | H.Preppy na Casiraghi
Calças | Colcci
Ténis | adidas

Daily Team
Fotografias | Rui Valido
LUVIN – blog & digital PR | Inês Mendes da Silva
LUVIN – blog & digital PR | Tiago Froufe Costa

  • Comentários

    Artigos relacionados