Fátima

CRISTINA Mag, 11 Maio, 2017

Vivo no caminho de Fátima. Habituei-me, por esta altura, a ver passar gente pela estrada fora, ao encontro da fé que os move. Também na minha família são vários os que foram. Teria eu uns 10 anos quando também a minha mãe seguiu esse caminho. Lembro-me de ouvi-la falar das dores, mas também da paz que se vive até chegar. Lembra-se de todos os momentos, dos companheiros de viagem, de quem não aguentou, onde dormiram e a chegada. Onde tudo passa e se encontra o aconchego procurado. Nunca fui a pé até Fátima. Fiz catequese, primeira comunhão, fui à missa e ainda vou a algumas procissões da aldeia. Talvez, em miúda, não percebesse o que cada um procurava ali. Para nós, era a alegria de uma vela na mão e de um percurso feito com outros companheiros de aventura. Hoje, sei o que sentem. Respeito todas as manifestações de fé. Eu própria agradeço diariamente a vida que tenho construído. Estarei amanhã a acompanhar a vinda do Papa Francisco a Portugal. É um momento único. Lembro-me perfeitamente de duas das vindas de João Paulo II. O Papa “do sorriso”. Espero encontrar em Francisco, quando o vir sair do avião, aquilo que considero o valor maior da vida e da religião. Amor. Não é isso que procuramos na vida?

reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (3 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (3 of 3)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (4 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (5 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (1 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (2 of 3)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (10 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (6 of 15)reportagem revista cristina Fatima peregrinacao (9 of 15)

Photos | Jorge Simão

Fotografias in revista CRISTINA Maio de 2016

LUVIN – content & digital PR

  • Comentários

    Artigos relacionados