Risca Azul

Ericeira - Casa-de-Cultura
Passear nas ruas da Ericeira, pintadas de azul e branco, é descobrir coisas novas todos os dias. É isso que sinto e por lá passeio há mais de 30 anos. E há história em muitos recantos. O edifício, hoje Casa da Cultura, encerra em si memórias que tenho pena de não ter vivido. Abre em 1891 como Clube Recreativo Ericeirense mas cedo se torna famoso Casino e local de grandes bailes para as elites da altura. Chegou a ser restaurante dirigido por um famoso maitre de hotel de Lisboa, cinema e palco de grandes revistas. Nos anos 30/40 servia de rádio publica a que chamavam o “sonoro do casino”, numa altura em que a rádio ainda não chegava a todos. Recuperado pela Câmara Municipal de Mafra, é hoje albergue da biblioteca pública com mais de 17 mil livros e, anfiteatro, palcos de diversas apresentações teatrais. É cultura. Na vila, onde o mar é mais azul.

Ericeira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-Cultura Ericeira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-CulturaEriceira - Casa-de-Cultura

Look
Vestido | PRIMARK

Daily Team:
Fotografias | Isabel Saldanha
Hair & Makeup | Inês Franco
Styling | Joyce Doret